O CONCEITO DE AUFKLÄRUNG EM KANT E SUA CRÍTICA EM ADORNO & HORKHEIMER

Diego dos Anjos Azizi

Resumo


Este artigo tem como escopo explicitar o conceito de esclarecimento (Aufklärung) presente na obra Dialética do Esclarecimento de Adorno e Horkheimer. Para tanto, precisaremos explicitar o sentido mais difundido de esclarecimento, a saber, aquele já tradicionalmente consolidado na obra de Immanuel Kant, em um opúsculo intitulado O que é o Esclarecimento? Sem tais explicitações conceituais, o texto dos filósofos frankfurteanos pode ser levado a más interpretações, texto esse dos mais importantes para a análise política e cultural do século XX. Em um último momento será explicitada a crítica de Adorno e Horkheimer à possibilidade de uma moral formalista fundada dentro da lógica do esclarecimento kantiano.

Texto completo:

PDF

Referências


ADORNO, Theodor W. e HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento. Tradução de Guido Antonio de Almeida. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed., 1985.

DUARTE, Rodrigo. Teoria crítica da industria cultural. Belo Horizonte: Editora UFMG. 2007.

______________. Adorno/Horkheimer & A Dialética do Esclarecimento. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed. 2004

HERÁCLITO. Fragmentos in Os pré-socráticos. Tradução de José Cavalcante de Souza. São Paulo: Abril cultural, 1973.

HESÍODO. Os trabalhos e os dias (primeira parte). Tradução de Mary de Camargo Neves Lafer. São Paulo: Iluminuras, 1996.

KANT, Immanuel. Resposta à pergunta: Que é o iluminismo? in A paz perpétua e outros opúsculos. Tradução de Artur Mourão. Lisboa: Edições 70.

LEBRUN, G. A Filosofia e sua História. São Paulo: Cosac Naify, 2006.

TERRA, R. A Política Tensa. Ideia e Realidade na Filosofia da História de Kant. São Paulo: Iluminuras, 1995.

XENÓFANES. Fragmentos in Os pré-socráticos. Tradução de Wilson Régis. São Paulo: Abril cultural, 1973.




DOI: http://dx.doi.org/10.32459/revistalumen.v6i11.186

Apontamentos

  • Não há apontamentos.