Violência e direitos humanos em Jürgen Habermas

José Renato Polli

Resumo


Este artigo tem como objetivo explicitar os conceitos fundamentais do pensamento do filósofo alemão Jürgen Habermas, sua Teoria do Agir Comunicativo e a Ética do Discurso, como bases teóricas centrais do debate em torno ao conceito de violência, uma das formas de violação dos direitos humanos. Em função do recrudescimento do conservadorismo e da violência como um de seus derivados mais imediatos, faz-se necessário resgatar elementos teóricos que incidam sobre a prática de resistência em direção a um horizonte emancipatório possível.


Texto completo:

PDF

Referências


REFERÊNCIAS

HANSEN, Gilvan Luiz. A razão entre a violência e a emancipação: enfoque habermasiano. Véritas, Porto Alegre, v. 52, n. 1, p. 79-93, março de 2007.

LOHMANN, Georg. As definições teóricas de direitos humanos de Jürgen Habermas- o princípio legal e as correções morais. Trans/Form/Ação, Marília, v. 36, p. 87-102, 2013. Edição Especial.

POLLI, José Renato. Freire, Habermas e o horizonte da emancipação. 2ª. Ed. Jundiaí: In House, 2013.

________.Habermas: agir comunicativo e ética do discurso. Jundiaí: In House, 2012.




DOI: http://dx.doi.org/10.32459/revistalumen.v3i5.81

Apontamentos

  • Não há apontamentos.