EFEITOS E AFETOS DA RACIONALIDADE SOCIAL CONTEMPORÂNEA

Marco Naccarato

Resumo


Na tentativa de descrever efeitos e afetos que surgem no interior da racionalidade social contemporânea, o artigo parte do discurso de formatura proferido pelo escritor David Foster Wallace no Kenyon College, em 2005, para estabelecer relações entre as descrições do novo capitalismo de Richard Sennett, e a nova racionalidade social do neoliberalismo de Pierre Dardot e Christian Laval, que apontam diversas formas pelas quais o modo de vida dos indivíduos na sociedade é condicionado. Utilizando-se do diagnóstico desses autores, propomos uma aproximação entre os efeitos produzidos por essa racionalidade social e a dinâmica de afetos presente no sistema filosófico de Espinosa.

Texto completo:

PDF

Referências


Bibliografia:

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Editora Boitempo, 2016.

FERREIRA, Amauri. Introdução à filosofia de Spinoza. São Paulo: Quebra Nozes, 2009.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A ideologia alemã. São Paulo: Martins Fontes, 2002.

SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2015.

SPINOZA, Benedictus de. Ética. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

WALLACE, David Foster. This is Water: Some thoughts, delivered on a significant occasion, about living a compassionate life. Estados Unidos: Little Brown and Company, 2009.

Internet

LAVAL, Christian. Christian Laval: a racionalidade neoliberal [dublado]. 12 de novembro de 2018. (1h36min29s). Disponível . Acesso em: 05 março de 2019.

WALLACE, David F. Transcription of the 2005 Kenyon Commencement Address - May 21, 2005. Disponível: . Acesso em: 03 março de 2019.




DOI: http://dx.doi.org/10.32459/revistalumen.v3i6.95

Apontamentos

  • Não há apontamentos.